sábado, 28 de agosto de 2010

O uso do ato de brincar para educar. Construindo uma aprendizagem significativa com o auxílio das BRINQUEDOTECAS.

Ola, hoje em dia temos a necessidade de trabalhar em sala de aula com a realidade do aluno, muitos teóricos pedem que seja levado em conta o que a criança traz na sua bagagem. Acho tudo isso muito desafiador, pois estamos vivendo um momento de transformação e evolução educacional, o que pode gerar muitas dúvidas e inseguranças. Vejamos a chegada das TICs, que a cada dia que passa nos obriga a permanecer em constate busca do novo, em constante aperfeicoamento.

Analisando uma área específica, vemos no ensino da matemática grandes alterações, que com certeza implicará em grandes mudanças, a escritora Isabel Cristina Machado de Lara, no seu livro Jogando com a Matemática, ressalta:

"se ensinar matemática é desenvolver o raciocínio lógico, estimular o pensamento indenpendente, desenvolver a criatividade, desenvolver a capacidade de manejar situações reais e resolver diferentes tipos de problemas, com certeza, teremos que partir em busca de estratégias alternativas". (2003. p. 21)

A autora apresenta o uso de jogos como uma alternativa de grande ajuda para o professor em sala de aula, pois o mesmo estimula o raciocínio e a integração dos alunos uns com os outros.

Uma frase que me chamou a atenção foi a de Comenius, quando ele ressalta: É fazendo que se aprende, com a minha pequena experiência na área educacional, posso dizer que concordo plenamente, e o que estamos presenciando hoje é uma corrida gigantesca para que o aluno possa aprender a abstrair partindo de algo concreto, o que, principalmente na área das exatas, é de fundamental importância.

Brincar sim, mais com objetividade e as brinquedotecas fazem isso muito bem.

Referência Utilizada:

LARA, Isabel Cristina Machado de. Jogando com a Matemática de 5ª a 8ª série. 1. ed. ~São Paulo: Rêspel, 2003.

Nenhum comentário:

Postar um comentário